quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Ficamos sem TV.Que sorte...


Vivemos um período inusitado para uma família dos tempos modernos.
Estamos praticamente sem televisores em casa.Uma onda repetina e seqüencial de quebradeira atingiu os aparelhos da família. Algo similar à entrada e à ocupação das tropas russas em Pristina, Kosovo. Ninguém esperava, súbita e fatalista.
Não obstante a sensação inicial de desvalida e desconsolo, com o passar das noites fomos observado os benefícios resultados dos indesejáveis enguiços. Ficamos até espantados com tantos benefícios...o tempo de conversa familiar aumentou; o piano (relíquia de família) voltou à ativa. E como...; intensificou-se a leitura de livros, individuais e em conjunto; jantares mais serenos, participativos e conversativos; e, pelo menos uma vez por semana, reunimonos para rezar juntos. A despeito dos constantes shows de música e dança encenados pela caçula, o nível do volume de som geral baixou, em tempos de carência de silêncio e excesso de ruído.
Se a falta da televisão apresentou-nos mais vantagens do que desvantagens, o que tem sido deficiente na televisão?
Primeiramente, o televisor é utilizado como "maquina de fazer silêncio".
Não silêncio ambiente, ao contrário, os níveis de som são altíssimos, principalmente quando entram os comerciais.Porém, o silêncio entre as outras pessoas presentes. Sentados à volta da telinha luminosa (que já não é tão pequenina assim...), quando algyém esboça um comentário qualquer recebe, quase imediatamente: "Espera! Deixa eu ouvir! Quando não ocorre até o reprovável " Cala a boca!".

5 comentários:

Na conta! disse...

kkkkkkk verdadeira verdadeira.
Mas se pah, muita gente reprova a utilidade da televisão, já eu. ;)

Lucas Afonso disse...

O que você disse no final é fatal: as pessoas não se calam quando você esta vendo tv!

http://www.historias-de-banheiro.blogspot.com/

Dannyell disse...

a ausencia da nossa querida e amiga TV, se compara a ausencia da nossa nova parceira a internet. eh muito ruim ficar sem as duas, mas se passar um tempo sem elas, perceberemos que nao fazem falta.

Johnny M. disse...

Sem TV até vá lá, mas o que não dá pra ficar é sem computador, sem internet.

Jasci disse...

Não gosto da reação q temos diante da televisão, parecemos meio irracionais...